Avaliação Neuropsicológica com Especialista em Florianopolis

Florianópolis é uma cidade conhecida por suas belas praias, clima agradável e estilo de vida descontraído. Porém, além de ser um destino turístico popular, a cidade também é um importante centro de saúde e pesquisa, especialmente quando se trata de avaliação neuropsicológica.

A avaliação neuropsicológica é um processo que envolve a aplicação de testes e técnicas específicas para avaliar as funções cognitivas, emocionais e comportamentais de um indivíduo. É uma ferramenta fundamental para o diagnóstico e tratamento de transtornos neurológicos, psiquiátricos e de desenvolvimento, além de ser utilizada em processos de seleção e orientação profissional.

Em Florianópolis, existem diversos profissionais especializados em avaliação neuropsicológica, que oferecem serviços de alta qualidade e contribuem para o avanço da área. Um desses profissionais é o neuropsicólogo Baltasar Noronha Lucas Brange, que possui mais de 130 avaliações na plataforma Doctoralia, além de certificação de Qualidade, sendo mestrando em Neurociências pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Baltasar é formado pela Univille em Joinville SC, pós graduado em Neuropsicologia, Avaliação Psicológica e Autismo, com título de especialista em ambas formação, emitido pelo CRP-12. É pioneiro na cidade de Florianópolis com os instrumentos ADOS-2 e ADIR-R, sendo padrão ouro internacional na avaliação de TEA.  Detém direitos autorais como pesquisador em tais instrumentos pela WPS, com versões restritas em porrtugês para pesquisa.  Além disso, é membro da Sociedade Brasileira de Neuropsicologia , o que comprova sua expertise e reconhecimento no meio científico.

Com uma abordagem humanizada e atualizada, Baltasar Brange realiza avaliações neuropsicológicas completas, utilizando testes padronizados e técnicas específicas para cada caso. Ele também é conhecido por sua capacidade de se adaptar às necessidades e particularidades de cada paciente, garantindo uma avaliação precisa e individualizada.

A avaliação neuropsicológica com Baltasar Brange em Florianópolis é um processo minucioso e detalhado, que pode durar de 6 a 8 encontros, de uma a duas horas casa, que inclui entrevista com avaliado (a), com familiares,  aplicação de testes, análise dos resultados e devolutiva ao paciente e/ou familiares. Durante esse processo, o paciente é avaliado em diversas áreas, como memória, atenção, linguagem, raciocínio, habilidades motoras e emocionais.

Além disso, a avaliação neuropsicológica também pode ser utilizada em casos de lesões cerebrais, como acidentes vasculares cerebrais (AVCs) e traumatismos cranianos, para avaliar a extensão dos danos e auxiliar na reabilitação. Também, é utilizada para investgar transtornos neurocognitivos como Alzheimer. 

Outro aspecto importante a ser destacado é que a avaliação neuropsicológica é um processo seguro e confiável, pois é realizada por profissionais qualificados e com base em testes e técnicas cientificamente validados.

altas_habilidades

Avaliação Neuropsicológica de Altas Habilidades

A avaliação neuropsicológica de altas habilidades é um tema fascinante e complexo. Esta área se concentra no estudo e avaliação de indivíduos que demonstram capacidades significativamente acima da média em uma ou mais áreas, como intelecto, criatividade, arte, ou habilidades acadêmicas. O objetivo da avaliação neuropsicológica em altas habilidades é identificar essas capacidades, entender como elas se manifestam, e ajudar a promover o desenvolvimento saudável e o bem-estar desses indivíduos.

Importância da Avaliação Neuropsicológica

A avaliação neuropsicológica é essencial para identificar indivíduos com altas habilidades e entender as particularidades de seu funcionamento cerebral. Essa compreensão é crucial para fornecer o suporte adequado e as oportunidades de enriquecimento que esses indivíduos necessitam para alcançar seu potencial total. Além disso, a avaliação ajuda a identificar possíveis desafios emocionais ou sociais que podem acompanhar as altas habilidades.

Métodos de Avaliação

Os métodos utilizados na avaliação neuropsicológica de altas habilidades são variados. Eles incluem testes de inteligência (como o WISC e o WAIS), avaliações de criatividade e pensamento divergente, e análises de habilidades específicas em áreas como matemática, música ou linguagem. Além disso, é comum o uso de questionários e entrevistas com pais, professores e com o próprio indivíduo, para obter uma visão holística de suas habilidades e necessidades.

Desafios e Considerações

Um dos principais desafios na avaliação neuropsicológica de altas habilidades é garantir que os testes e métodos sejam sensíveis o suficiente para identificar habilidades excepcionais sem serem influenciados por fatores como background cultural ou socioeconômico. Além disso, é importante considerar a possibilidade de dupla excepcionalidade, onde altas habilidades coexistem com condições como TDAH ou espectro autista.

Implicações para Educação e Desenvolvimento

A avaliação neuropsicológica de altas habilidades tem implicações significativas para a educação. Compreender as necessidades específicas desses indivíduos pode ajudar a desenvolver programas educacionais personalizados que desafiem e engajem esses alunos, promovendo o seu desenvolvimento intelectual e emocional. Além disso, a conscientização sobre as altas habilidades pode ajudar a evitar problemas como tédio escolar ou desajuste social.

Saiba Mais

A avaliação neuropsicológica de altas habilidades é um campo crucial para entender e apoiar indivíduos com capacidades excepcionais. Ela não só ajuda na identificação e compreensão dessas habilidades, mas também fornece a base para intervenções educacionais e de desenvolvimento adequadas, garantindo que esses indivíduos possam prosperar e contribuir de maneira significativa para a sociedade.

 

Para maiores informações acerca a avaliação neuropsicológica de Altas Habilidades em Adultos em Florianópolis, entre em contato com a nossa clínica e fale diretamente com o especialista.  

Baltasar Noronha Lucas Brange
Psicólogo Especialista - CRP-12/19100
Especialista em Neuropsicologia
Especialista em Avaliação Psicológica
Pós Graduado em Avaliação Psicológica 
Pós Graduado em Avaliação neuropsicológica
Pós Graduado em TEA
Pós Graduado em TDAH
Mestrando em Neuropsicologia
Aluno em Disciplina Isolada em Mestrado em Neurociência (UFSC)

 

Aqui estão três referências bibliográficas relevantes sobre altas habilidades em adultos:

1. Renzulli, J. S. (1977).** "The enrichment triad model: A guide for developing defensible programs for the gifted and talented." Mansfield: Creative Learning Press. Esta obra de Renzulli é fundamental no estudo de altas habilidades/superdotação, apresentando o modelo dos Três Anéis, que engloba habilidades acima da média, comprometimento com a tarefa e criatividade. Renzulli expande este modelo em publicações posteriores, como em 1998, onde aborda a influência de fatores ambientais e familiares na superdotação.

2. Renzulli, J. S. (2014).*"A concepção de superdotação no modelo dos três anéis: um modelo de desenvolvimento para a promoção da produtividade criativa." In irgolim, A. M. R.; Konkiewitz, E. C. (Eds.), Altas Habilidades/Superdotação, Inteligência e Criatividade. Campinas: Papirus. Esta publicação aborda duas categorias de superdotação: a acadêmica e a criativo-produtiva, destacando a importância de diferentes tipos de abordagens para identificar e desenvolver tais habilidades.

3. Massuda, M. B., Rangni, R. de A., Mani, E. M. de J., & Oliveira, R. F. C. de. (2014).** "A educação de adultos com altas habilidades ou superdotação." Anais do Congresso Brasileiro de Educação Especial. Campinas: Galoá. Este trabalho, apresentado no Congresso Brasileiro de Educação Especial, discute a educação de adultos com altas habilidades ou superdotação, abordando a importância da identificação e do atendimento adequado para essa população, especialmente em contextos educacionais como a Educação de Jovens e Adultos (EJA) e o Ensino Superior.

Essas referências fornecem uma base sólida para a compreensão das altas habilidades em adultos, abrangendo teorias fundamentais, modelos de identificação e discussões sobre educação especial e inclusiva.

altas_habilidades

Avaliação Neuropsicológica de Altas Habilidades

A avaliação neuropsicológica de altas habilidades é um tema fascinante e complexo. Esta área se concentra no estudo e avaliação de indivíduos que demonstram capacidades significativamente acima da média em uma ou mais áreas, como intelecto, criatividade, arte, ou habilidades acadêmicas. O objetivo da avaliação neuropsicológica em altas habilidades é identificar essas capacidades, entender como elas se manifestam, e ajudar a promover o desenvolvimento saudável e o bem-estar desses indivíduos.

Importância da Avaliação Neuropsicológica

A avaliação neuropsicológica é essencial para identificar indivíduos com altas habilidades e entender as particularidades de seu funcionamento cerebral. Essa compreensão é crucial para fornecer o suporte adequado e as oportunidades de enriquecimento que esses indivíduos necessitam para alcançar seu potencial total. Além disso, a avaliação ajuda a identificar possíveis desafios emocionais ou sociais que podem acompanhar as altas habilidades.

Métodos de Avaliação

Os métodos utilizados na avaliação neuropsicológica de altas habilidades são variados. Eles incluem testes de inteligência (como o WISC e o WAIS), avaliações de criatividade e pensamento divergente, e análises de habilidades específicas em áreas como matemática, música ou linguagem. Além disso, é comum o uso de questionários e entrevistas com pais, professores e com o próprio indivíduo, para obter uma visão holística de suas habilidades e necessidades.

Desafios e Considerações

Um dos principais desafios na avaliação neuropsicológica de altas habilidades é garantir que os testes e métodos sejam sensíveis o suficiente para identificar habilidades excepcionais sem serem influenciados por fatores como background cultural ou socioeconômico. Além disso, é importante considerar a possibilidade de dupla excepcionalidade, onde altas habilidades coexistem com condições como TDAH ou espectro autista.

Implicações para Educação e Desenvolvimento

A avaliação neuropsicológica de altas habilidades tem implicações significativas para a educação. Compreender as necessidades específicas desses indivíduos pode ajudar a desenvolver programas educacionais personalizados que desafiem e engajem esses alunos, promovendo o seu desenvolvimento intelectual e emocional. Além disso, a conscientização sobre as altas habilidades pode ajudar a evitar problemas como tédio escolar ou desajuste social.

Saiba Mais

A avaliação neuropsicológica de altas habilidades é um campo crucial para entender e apoiar indivíduos com capacidades excepcionais. Ela não só ajuda na identificação e compreensão dessas habilidades, mas também fornece a base para intervenções educacionais e de desenvolvimento adequadas, garantindo que esses indivíduos possam prosperar e contribuir de maneira significativa para a sociedade.

 

Para maiores informações acerca a avaliação neuropsicológica de Altas Habilidades em Adultos em Florianópolis, entre em contato com a nossa clínica e fale diretamente com o especialista.  

Baltasar Noronha Lucas Brange
Psicólogo Especialista - CRP-12/19100
Especialista em Neuropsicologia
Especialista em Avaliação Psicológica
Pós Graduado em Avaliação Psicológica 
Pós Graduado em Avaliação neuropsicológica
Pós Graduado em TEA
Pós Graduado em TDAH
Mestrando em Neuropsicologia
Aluno em Disciplina Isolada em Mestrado em Neurociência (UFSC)

 

Aqui estão três referências bibliográficas relevantes sobre altas habilidades em adultos:

1. Renzulli, J. S. (1977).** "The enrichment triad model: A guide for developing defensible programs for the gifted and talented." Mansfield: Creative Learning Press. Esta obra de Renzulli é fundamental no estudo de altas habilidades/superdotação, apresentando o modelo dos Três Anéis, que engloba habilidades acima da média, comprometimento com a tarefa e criatividade. Renzulli expande este modelo em publicações posteriores, como em 1998, onde aborda a influência de fatores ambientais e familiares na superdotação.

2. Renzulli, J. S. (2014).*"A concepção de superdotação no modelo dos três anéis: um modelo de desenvolvimento para a promoção da produtividade criativa." In irgolim, A. M. R.; Konkiewitz, E. C. (Eds.), Altas Habilidades/Superdotação, Inteligência e Criatividade. Campinas: Papirus. Esta publicação aborda duas categorias de superdotação: a acadêmica e a criativo-produtiva, destacando a importância de diferentes tipos de abordagens para identificar e desenvolver tais habilidades.

3. Massuda, M. B., Rangni, R. de A., Mani, E. M. de J., & Oliveira, R. F. C. de. (2014).** "A educação de adultos com altas habilidades ou superdotação." Anais do Congresso Brasileiro de Educação Especial. Campinas: Galoá. Este trabalho, apresentado no Congresso Brasileiro de Educação Especial, discute a educação de adultos com altas habilidades ou superdotação, abordando a importância da identificação e do atendimento adequado para essa população, especialmente em contextos educacionais como a Educação de Jovens e Adultos (EJA) e o Ensino Superior.

Essas referências fornecem uma base sólida para a compreensão das altas habilidades em adultos, abrangendo teorias fundamentais, modelos de identificação e discussões sobre educação especial e inclusiva.

tea_adultos
imagem adulto

Avaliação Neuropsicológica de Autismo (TEA)

 

O TEA (Transtorno do Espectro Autista) é um transtorno do Neurodesenvolvimento, ou seja, que inicia na infância. Neste sentido, a avaliação neuropsicológica tem uma função de investigação da primeira e segunda infância, ou seja, antes dos 12 anos, visando entender possíveis sintomas, dificuldades e sofrimentos existentes neste período.

A entrevista com familiares, como pai, mãe e irmãos são essenciais para se obter dados complementares. A camuflagem na vida adulto é um reflexo de estratégias que a pessoa foi criando ao longo da vida, para lidar com tais dificuldades, tornando muitos dos sintomas camuflados.

A Avaliação Neuropsicológica atuará na aplicação de testes neuropsicológicos, psicológicos, escalas, anamneses, entrevistas investigando processos cognitivos muitas vezes citados em artigos como deficitários em pessoas adultas com TEA, além de uma avaliação clínica minuciosa. Os processos cognitivos investigados, envolvem Cognição e Percepção Social, Habilidades Sociais, funções executivas (controle inibitório, flexibilidade cognitiva, memória operacional), velocidade de processamento. QI Total, QI Verbal, QI de Execução, Aprendizagem, Memória de Curto Prazo, Visuoconstrução e outros.


Você tem passado por situações ou sentimentos semelhantes ?

Agende uma consulta com um dos psicólogos da nossa Clínica de Psicologia para mais informações.

Nossa Clínica de Psicologia está convenientemente localizada no Centro de Joinville e Florianópolis, com horários de atendimento das 08h às 22h de segunda a sexta-feira e aos sábados das 08h às 12h. Para agendar sua consulta com um psicólogo ou psicóloga, você pode entrar em contato conosco pelo WhatsApp no número 47 98469-9600 ou ligar para o nosso telefone comercial 0800 8782 219. Oferecemos psicoterapia para crianças, adolescentes, adultos e idosos. Estamos à disposição para auxiliar no seu bem-estar psicológico.

Veja também